PEP – Parcelamento Estudantil Privado: Inscreva-se!

Você já ouviu falar sobre o PEP – Parcelamento Estudantil Privado? Trazendo diversas vantagens para quem precisa de um empurrãozinho para estudar, o PEP – Parcelamento Estudantil Privado vem ganhando cada vez mais adeptos e hoje você vai saber como ele funciona. Não deixe de conferir!

1

PEP – Parcelamento Estudantil Privado

PEP – Parcelamento Estudantil Privado: O Que é?

Oito grandes instituições de ensino uniram forças para viabilizar a criação do PEP e permitir que diversos brasileiros possam realizar o sonho de estudar no ensino Superior: Anhanguera, Pitágoras, Fama, Uniderp, Unic, Unopar, Unirondon e Unime.

Esse, que é maior grupo de educação do mundo, criou o único parcelamento pré-aprovado para estudantes ingressantes no ensino Superior. Esse é o PEP.

Com o Parcelamento Estudantil Privado, as mensalidades do curso superior que você sempre sonhou caberão no seu bolso e você poderá começar a estudar hoje mesmo! Depois de se formar, você paga até 70% do valor do seu curso.

Trata-se de um processo simplificado e ágil. Confira os próximos tópicos para saber mais sobre o PEP – Parcelamento Estudantil Privado.

PEP – Parcelamento Estudantil Privado: Maiores Benefícios

São muitos os benefícios do PEP e, abaixo, listamos alguns deles para você conhecer.

3

  • O benefício é válido para todo o curso.
  • Não há incidência de juros! Você paga até 70% apenas depois de se formar.
  • É um parcelamento pré-aprovado, basta que você passe no processo seletivo e todo o restante do processo será realizado sem complicações e sem burocracia.
  • Você não precisa ter conta em banco, pois a contratação do PEP é direto com a faculdade, ou seja, não é um financiamento.
  • Não é preciso ter prestado o ENEM. No FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), iniciativa do governo para facilitar o ingresso no ensino Superior, o candidato é obrigado a apresentar a nota do ENEM. No PEP, essa não é uma exigência, mas se você tiver feito a prova, não precisará fazer o processo seletivo.

PEP – Parcelamento Estudantil Privado: Como Fazer a Inscrição?

Para fazer sua inscrição e contratar o PEP, basta que você esteja matriculado em uma das instituições que mencionamos no início desse post. Relembre:

  • Anhanguera
  • Pitágoras
  • Fama
  • Uniderp
  • Unic
  • Unopar
  • Unirondon
  • Unime

Veja como é simples o processo de inscrição no Parcelamento Estudantil Privado:

  1. Faça sua matrícula na faculdade desejada. Caso você já tenha uma nota do ENEM, mencione-a e diga que você quer aderir ao PEP. Assim, você não precisará fazer a prova do processo seletivo.
  2. Caso você não tenha nota do ENEM para apresentar, compareça à instituição para fazer a prova do processo seletivo no dia agendado.
  3. Aguarde o resultado do processo seletivo. Caso você seja aprovado, vá até a instituição para efetivar sua matrícula e então diga que você quer aderir ao PEP.

2

PEP – Parcelamento Estudantil Privado: Como Fazer Transferência?

Se você está estudando em uma faculdade que não oferece o PEP, mas quer aderir ao programa, pode solicitar sua transferência.

Para isso, acesse o site oficial do programa clicando aqui e preencha o formulário “Quero me transferir”. Basta aguardar o retorno.

Caso você tenha dúvidas, basta pedir para que a equipe do PEP entre em contato com você deixando seus dados no site oficial clicando em “Quero deixar meus dados”.

Boa sorte e bons estudos!

Avalie este artigo

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

PEP – Parcelamento Estudantil Privado: Inscreva-se!

2 Comments

Adicionar Comentário